Apenas 70% do eleitorado paraibano realizou recadastramento biométrico, segundo dados atualizados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PB). O prazo acaba em novembro.

Segundo dados do TRE, a Paraíba contabilizava até a semana passada, 312 mil eleitores, de 102 municípios e 36 zonas eleitorais, que ainda não tinham realizado o cadastramento biométrico.

Apenas 70,3% do eleitorado passível de revisão está apto a votar nas próximas eleições, através do novo sistema. O percentual equivale a 2,4 milhões de paraibanos.

O município com a menor taxa de recadastramento é Itabaiana, com um percentual que não chega nem a 60%.

A campanha foi iniciada no mês de março deste ano e se encerra no dia 30 de novembro.

Ao todo a Paraíba tem 2.885.742 eleitores e, nas quatro fases anteriores do recadastramento biométrico, 1.855.541 (64%) realizaram o procedimento.

O TRE informou que, nesta fase, 1.030.201 eleitores estavam envolvidos no recadastramento. Para realizar o procedimento, basta levar um documento oficial com foto, comprovante de residência de pelo menos três meses e o título de eleitor – para quem tiver.

Mesmo as pessoas que têm voto facultativo, eleitores entre 16 e 18 anos e maiores de 70 anos, devem realizar o recadastramento. Quem não fizer até 9 de março de 2018 vai ser impedido de tirar o passaporte, ser admitido em empresas, receber benefícios do governo, tomar posse em concurso público, dentre outras restrições, além de não votar em 2018.

Apesar do rezoneamento eleitoral, que extinguiu nove zonas eleitorais na Paraíba, o eleitor não sofrerá, por enquanto, nenhuma solução de continuidade no que diz respeito ao processamento da biometria e a regularização da situação eleitoral, segundo garantiu o garantiu o vice-presidente do TRE da Paraíba, Romero Marcelo da Fonseca Oliveira.

Ele ressaltou que as zonas permanecerão funcionando normalmente até se encerrar o trabalho de cadastramento biométrico, no dia 30 de novembro.

– No que diz respeito à votação, o eleitor continuará votando em seu local antigo, mesmo que sua zona eleitoral já não exista ou tenha sido agregada a outra. Chamamos a atenção para o eleitor que, somente poderá votar aquele que tiver feito o recadastramento biométrico. Caso contrário, o título será cancelado, o que priva o eleitor em diversos direitos – alertou.

Fonte:PB Agora

DEIXE UMA RESPOSTA