Após perder eleição, prefeita do Sertão é acusada de deixar cortar energia de prédios públicos e abandonar cidade

0
632

O município de Igaracy no Sertão da Paraíba vive uma situação crítica após as eleições.

A falta de pagamento para com os funcionários e fornecedores causou a paralisação de serviços essências no município.

A redação do Diário do Sertão entrou em contato com o vereador eleito Geraldo Batista de Souza mais conhecido como Geraldo de Regina – PRP.

A informação recebida de acordo com o vereador é que quase todos os órgãos do município está fechado e sem energia, a exemplo da prefeitura e do Samu.

Geraldo também afirmou que os vereadores para receber seus salários recorreram a justiça.

O Ministério Público determinou o bloqueio de todas as contas da prefeitura com intuito de assegurar o pagamento de salários dos servidores municipais que a cerca de 4 meses estão atrasados. A gestora tenta derrubar a liminar de bloqueio.

O vereador Geraldo Regina não atribui o caos estabelecido no município a derrota da atual prefeita Deusinha Leite(PSB) nas eleições 2016. Segundo ele, o descaso já havia, os salários já atrasavam e a saúde já não existia, a novidade é que a prefeitura está fechada e sem funcionamento e parte dos funcionários contratados já foram demitidos.

Dentre muitas dificuldades o vereador destaca que a população sofre com o lixo nas ruas devido a suspensão dos serviços de limpeza urbana cidade “O lixo tá tomando de conta da rua” afirmou Geraldo.

Com o caos generalizado na cidade a população devota as esperanças em Lídio Carneiro (PTB) o prefeito eleito que recebeu 52.84% das intenções de votos derrotando Deusinha que recebeu 47.16% no pleito de 2016.

O outro lado

A reportagem do Diário do Sertão tentou entrar em contato com a Prefeitura, mas, não obteve êxito.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Diário do Sertão