Fetasp se confraterniza com o servidor público para comemorar seu dia

0
339
figfetEm, 28/10/2016

 

O presidente da Federação dos Trabalhadores em Serviços Públicos no Estado da Paraíba, Fernando Borges, vem em nome da entidade sindical parabenizar todos os servidores públicos do Brasil, pela oportunidade desta data. Com atividades específicas espalhadas em mais de cinco cidades do sertão paraibano, Borges lembrou que os servidores públicos do Brasil foram citados pela primeira vez em 1937, por Getúlio Vargas e a partir dos anos subsequente teve o reconhecimento desta data comemorativa, ela surgiu com a lei que definiu direitos e deveres dos heróis que orientam e atendem a toda sociedade de forma peculiar em razão do cargo que exerce para servir em nome do estado brasileiro.

Neste dia, acima de tudo, comemoramos a importância do serviço público, pois o quadro de adversidades que os profissionais do serviço públicos veem enfrentando para servir a comunidade são enormes, não adianta tentar compensar somente pela abnegação. Os servidores são incapazes de vencer os obstáculos pela falta de atenção do próprio poder público, que teria obrigação de fazer o diálogo social ser o condutor da solução de problemas que dizem respeito a condição de dignidade da pessoa humana.

Mais ainda, os trabalhadores em serviços públicos se tornam limitados pelos gestores a medida em que surgem dificuldades que afetam as verbas públicas, isso ocorre muitas vezes pelo descaso e descaminho da má gestão com o uso do dinheiro público. Como consequência, por outro lado, pela falta de aprimoramento a médio e longo prazo das políticas públicas, como educação, saúde e segurança, claramente atingidas pelo projeto de emenda constitucional n. 241, que versa sobre o teto dos gastos públicos.

A nação brasileira está disposta a mais um sacrifício? Se essa for a condição de mantermos a esperança de que a comemoração do dia do servidor público resistirá aos próximos 20 anos, não restará dúvidas que mesmo contrariados possamos acreditar que nossos filhos e netos viverão num país mais justo, humano e igualitário, com uma democracia plena e republicana.

“Com tudo isso o servidor público mantém com felicidade sua honrosa ocupação de servir e ser útil ao maior número de pessoas com a mesma satisfação.”, finalizou o presidente da Fetasp.

ASCOM / Fetasp

DEIXE UMA RESPOSTA