Garota pede ajuda em grupo do WhatsApp e acaba sendo estuprada na frente das filhas

0
236

Uma jovem de 20 anos foi despejada de onde morava, com suas duas filhas pequenas, uma de quatro anos e outra de um mês. Desesperada, ela recorreu a um grupo no WhatsApp, perguntando se alguém poderia ajudá-la e um homem de 37 anos se mostrou solidário, oferecendo um quarto para as três ficarem, até que a situação melhorasse.

Com as duas filhas, a jovem foi para a casa do desconhecido e após três dias, foi obrigada a ter relações sexuais com o sujeito, durante a madrugada. O crime aconteceu na cidade de Boa Vista, Roraima e ela não teve como reagir, porque foi ameaçada. Carol Camelo, delegada responsável pelo caso, já tem o depoimento da jovem e está tomando todas as providências. A vítima contou que o homem bateu na porta do quarto, ainda de madrugada, dizendo que tinha esfaqueado alguém. Em seguida ele pegou uma faca e a ameaçou, dizendo ainda que se não tivesse relações sexuais com ele, mataria as duas crianças.

Após estuprá-la, o sujeito acabou dormindo e foi nesse momento que ela se levantou, pegou as duas filhas e saiu desesperada da casa, entrando em contato com a polícia imediatamente. A polícia compareceu à residência em poucos minutos e conseguiu prender o suspeito, que ainda estava no quarto. Após o depoimento, a garota foi encaminhada para fazer o exame de conjunção carnal e em seguida seria levada para o hospital, pois será preciso tomar alguns medicamentos, para prevenir possíveis doenças. O homem, acusado de estupro, continua preso e irá prestar depoimento.

Por Russel
goo.gl/5jNbmo 

Fonte: www.1news.com.br