Gervásio Maia promete dar o máximo à frente da ALPB

0
309

GervasioEleito para assumir o comando da Assembleia Legislativa da Paraíba a partir de 2017, o deputado estadual Gervásio Maia Filho (PSB) fez um prognóstico, do que espera encontrar pela frente e da atuação que deve desempenhar pelos próximos dois anos a frente do legislativo paraibano. E ressaltou que está pronto para dar o máximo de si, quando o assunto é trabalho.

Conforme Gervásio, não só os parlamentares, mas toda a população do Estado pode esperar alguém comprometido em aproximar cada vez mais a população do parlamento.

“Estaremos dedicados e pode ter certeza que vou dar o máximo de mim para poder contribuir e fazer da Assembleia uma Casa a altura dos anseios da população. Nosso intuito será manter a Assembleia cada vez mais próxima da população, cumprindo o regimento interno, como fez com maestria o presidente Adriano. Com novos paradigmas, com um modelo extremamente saudável para o legislativo, porque o que a gente via era a concentração de poder nas mãos de poucos parlamentares. E nós quebramos isso, quebramos uma tradição histórica. Agora, a idéia principal é fazer com que o maior número de deputado pudessem participar da composição da Mesa, com alternância entre os dois biênios, sem que um deputado que participasse da primeira mesa, participasse da segunda. Isso é democracia. Então o trabalho vai ser conduzido ouvindo todos os integrantes da Casa, conversando, interagindo, debatendo, e se Deus quiser vamos, ao longo dos dois próximo anos conseguir avançar de forma positiva”, ressaltou.

No aspecto político, a gestão, conforme Maia, será de interação com todos os deputados, independente de bancada.

“Na nossa gestão, o aspecto político será de interação com todo o colegiado, vou fazer respeitar o regimento da Casa, porque já vivi momentos em que não se respeitava, e vou trabalhar de forma forte, aproximando cada vez mais a Assembleia da População”, asseverou,

Já sobre a mudança de sede da Assembleia, Gervásio descartou, mas admitiu que alguns problemas estruturais devem ter providências.

“Esse assunto de mudança de sede está totalmente descartado, estamos em meio a uma crise, existe a simbologia da Casa na praça dos três poderes, mas sabemos que lá precisa de ajustes, a começar pelo estacionamento. Temos acomodações deficientes. Vamos pensar isso, conversando com todos os deputados, no momento oportuno”, ressaltou.

Fonte: Marcone Ferreira

DEIXE UMA RESPOSTA