Idosa acusada de golpes no valor R$ 200 mil é presa

0
368

sirene-pm1

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações  (DDF) de João Pessoa, após uma semana de investigação, prendeu na manhã desta quarta-feira (21), no bairro Jardim Luna, na Capital, a aposentada Anita Garibalde Gomes de Pinho, 64 anos. Ela é suspeita de realizar negociação fraudulenta de jóias. A aposentada já responde um inquérito policial por comprar jóias avaliadas em mais de R$ 120 mil e não pagar o valor.

Desta vez, Anita Garibaldi comprou a uma vítima R$ 80 mil em jóias. Durante a negociação, ela teria pago uma pequena quantia referente a entrada e depois sumiu. “A aposentada é suspeita de ter lesado diversas pessoas, sempre negociando jóias de alto valor, apresentando-se como viúva de um auditor fiscal, ganhando a confiança das vítimas e informando que teria altos valores a receber a título de precatório, conseguindo, desta forma, adquirir as jóias, com a promessa de pagamento posterior”, disse o delegado da DDF, Lucas Sá.

As investigações mostraram também que depois de receber as jóias a aposentada desaparecia, mudava de endereço, de contato telefônico e não pagava os valores devidos, deixando as vítimas com o prejuízo. Os agentes de investigação da DDF conseguiram, em uma semana, descobrir a existência de dois contratos de penhor ativos na agência da Caixa Econômica Federal, que a suspeita teria feito usando jóias de uma das vítimas.

A polícia solicitou as imagens das jóias penhoradas, que foram reconhecidas por uma das vítimas de Anita Garibaldi. Com isto foi possível pedir o mandado de prisão contra a suspeita, que foi presa em flagrante. Anita vai responder pelos crimes de estelionato, podendo ser condenada a até cinco anos de reclusão. Ela vai aguardar na carceragem da Central de Polícia no Geisel o encaminhamento à audiência de custódia que deve acontecer nessa quinta feira (22).

MaisPB