A Petrobras reduziu nesta quarta-feira os preços da gasolina em 2,3 por cento e os do diesel em 3,6 por cento, nas refinarias, informou a estatal em comunicado.

O reajuste teve de ser decidido pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP), uma vez que, para a gasolina, o limite inferior de variação de menos 7 por cento no mês, fixado pela política de preços da companhia para decisões da área técnica, foi atingido.

Para a gasolina, foi a quarta redução consecutiva feita pela Petrobras, após os preços do combustível na bomba terem atingido um recorde no Brasil na semana passada, segundo média apurada pela reguladora ANP.

A queda desta quarta-feira foi a maior desde 12 de setembro, quando o preço na refinaria recuou 2,5 por cento.

“A decisão foi causada por declínio de preços no mercado mundial de combustíveis. A queda se deu após a grande alta nos preços dos derivados a partir dos impactos do furacão Harvey no Golfo do México, que levou ao aumento de preços em setembro”, explicou a estatal.

Com os ajustes definidos nesta quarta-feira, a área de marketing e comercialização da Petrobras volta a contar com uma faixa de menos 7 por cento e mais 7 por cento para operar os movimentos de preços necessários ao longo do mês, disse a estatal em nota.

Fonte: Exame

DEIXE UMA RESPOSTA