RC descarta voltar atrás sobre sistema de Gravame na PB: “Não fui eleito por bancos”

0
343

A polêmica em torno da mudança no sistema de Gravame, pelo visto, teve apenas uma trégua, mas deve voltar após os 60 dias concedidos pelo Governo do Estado para que os bancos e financeiras se adéqüem ao novo modelo implantado pelo Detran da Paraíba.

O governador Ricardo Coutinho (PSB), em entrevista nesta segunda-feira (28), deixou claro que não mudou de idéia e que após os 60 dias o novo sistema será adotado em todo o Estado. Ele lamentou a postura dos bancos de tentar impor um monopólio com uma única empresa e mandou um recado duro.

“Eu sou da teoria que diz que cada macaco no seu galho. Cabe ao governo governar e decidir. Cabe a revendedor vender e cabe a banco financiar. Não vou aceitar que banco tome decisão. Eu não fui eleito por banco. A decisão já foi tomada. Nós só flexibilizamos agora por conta do final do ano, a pedido dos revendedores. Eu fui eleito para fazer o melhor para o Estado. Esse monopólio não é bom. Dou-me o direito, como governante, em tomar as decisões e responder por elas. Essa polêmica foi instalada por poucos que quiseram manipular a opinião pública, mas que não tem guarita no governo. Cabe ao governo governar, e assumir erros ou acertos. A decisão já está tomadada”, arrematou.

Fonte: PB Agora

DEIXE UMA RESPOSTA