Rio que abastece várias cidades do Sertão da PB e do Rio Grande do Norte está quase morto

0
467

As populações das cidades de São Bento, no Alto Sertão da Paraíba, e Jardim de Piranhas, no Seridó do Rio Grande do Norte, já não podem mais contar com a água do Rio Piranhas-Açu. O afluente está praticamente seco, poluído e sofrendo com o assoreamento. Conhecido simplesmente como Rio Piranhas na Paraíba, ele recebe o nome Açu após passar pela Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no município de Itajá, no Rio Grande do Norte, passando então a se chamar Rio Piranhas-Açu. O curso nasce da junção das águas do Rio do Peixe e Rio Piancó, na Paraíba, e após percorrer centenas de quilômetros desemboca na cidade potiguar de Macau.rio-piranhas-2 rio-piranhas-5

A última cheia foi no longínquo ano de 2008. De lá para cá, ele tem tomado apenas chuvas passageiras de quadras invernosas fracas e inconstantes, e enfrenta uma seca de quase cinco anos.

O resultado é praticamente a morte do rio. Além disso, a poluição também torna imprópria para consumo a pouquíssima água que tem. O assoreamento – invasão da areia nas margens – também está sepultando o velho e outrora imponente Rio Piranhas.