Na manhã desta sexta-feira (16/09), o Sindicato dos Servidores Municipais de Lagoa (SINDSEL), no Sertão da Paraíba, realizaram um protesto em frente a prefeitura da cidade, reivindicando o pagamento de seus salários referente ao mês de agosto.
Durante o manifesto os servidores estiveram vestidos de preto em ‘luto’, pelos constantes atrasos no pagamento de seus vencimentos.

Conforme o advogado do SINDSEL, o mês de agosto ainda não foi pago pela atual administração.

Segundo o advogado Admilson Leite, o gestor do município Demys Borges, não estaria cumprindo uma determinação judicial, que determinava que o pagamento dos servidores municipais de Lagoa, fosse efetuado até o quinto dia útil do mês subsequente, sob pena de crime de improbidade administrativa.

Ainda conforme o setor jurídico do sindicato, o município de Lagoa teria recebido R$ 745 mil de repasses do Fundo de Participação dos Municípios(FPM), referentes ao mês de agosto e da primeira parcela referente ao mês de setembro.

Segundo o advogado, do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), teriam sidos repassados R$ 222 mil.
Ainda conforme o advogado, não houve negociação da gestão municipal com os representantes dos servidores que não foram recebidos pelo prefeito.

“Eles disseram que o pagamento estava em dia mas ontem apenas alguns servidores tiveram o salário de agosto creditado em conta”, disse Dr. Admilson a nossa reportagem.

Conforme o advogado até esta sexta os professores ainda não tinham recebido seus salários.Durante os protestos os servidores utilizaram faixas e cartazes com frases relatando a situação dos mesmos.

Abaixo confira vídeo.

Com a palavra a gestão municipal.

Henio Wanderley – HW COMUNICAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA