A reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão entrevistou nesta segunda-feira (29) o sousense Cláudio Diniz, ele é o advogado das famílias dos estudantes mortos em um grave acidente no dia 23 de maio de 2006 na rodovia PB-391, entre os municípios de Sousa e Uiraúna. A colisão envolveu um ônibus e um veículo pau-de-arara e deixou 13 mortos e 15 feridos.

 

De acordo com informações da Polícia Militar, ao desviar de uma carroça de burro, um ônibus pertencente a Prefeitura Municipal de Vieirópolis colidiu na lateral de um veículo pau-de-arara que estava com os estudantes. Todas as vítimas fatais estavam no pau-de-arara.

 

Decisão do TJPB

 

10 anos após a tragédia, as famílias das vítimas ainda esperam receber a indenização. O advogado Cláudio Diniz afirmou que o processo foi julgado por unanimidade pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

 

Ainda de acordo com o advogado, a decisão reconhece que o motorista que dirigia o ônibus pertencente à Prefeitura Municipal de Vieirópolis foi o causador do acidente. “Apesar de não terem a vida de seus filhos de volta, mas com essa decisão do TJPB, pelo menos vai amenizar um pouco a dor da família, sabendo que a justiça foi feita, e o valor a ser pago é de aproximadamente R$ 6 milhões”, finalizou Cláudio Diniz.

 

Prefeitura vai recorrer

 

O setor jurídico da prefeitura Municipal de Vieirópolis, afirmou que entrou com embargos declaratórios e vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

FONTE: Diário do Sertão

DEIXE UMA RESPOSTA