Gás de cozinha deve esgotar na PB nesta sexta (25), diz sindicato

Botijões cheios para comercialização saem do Porto de Cabedelo, mas com greve, distribuição está comprometida

0
119

A venda de gás de cozinha deve ficar comprometida em João Pessoa devido à greve dos caminhoneiros. De acordo com o Sindicato dos Revendedores da Gás da Paraíba (Sinregás-PB), 95% dos pontos de revenda já estão desabastecidos e a previsão é de esgotamento até as 17h desta sexta-feira (25).

“Ontem em Mangabeira ainda havia gás em uns cinco pontos, no meu ponto já não tem mais e a previsão é que esgote até o fim da tarde mesmo”, disse o presidente do Sinregás, Marcos Antônio Bezerra.

Ainda segundo o presidente, a maior parte do gás de cozinha comercializado na capital chega pelo porto de Suape, em Pernambuco e no porto de Cabedelo acontece o armazenamento em botijões, para só então a distribuição ser inciada com os caminhões, que seguem sem circulação devido à greve.

Ainda de acordo com o sindicato, o preço do botijão não deve mudar e a comercialização mesmo com estoque menor deve seguir entre R$ 65 e R$ 70.

Fonte: portalt5.com.br