João Pessoa é a melhor capital para observar o eclipse solar deste sábado (14) no Brasil; veja as melhores cidades da PB

0
55

A Paraíba será um dos melhores lugares para as pessoas acompanharem o eclipse solar anular de outubro, e João Pessoa a melhor capital do Brasil para presenciar o evento, devido a sua localização geográfica e pela forma como o fenômeno astronômico vai acontecer. O g1 conversou com especialistas para entender o que é esse tipo de eclipse, suas especificidades e também o que deve ser feito para observar o fenômeno com segurança.

Professor de Física formado pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e mestre em cosmologia, Felipe Sérvulo contou à nossa reportagem quais os tipos de eclipses que podem ocorrer e as diferenças entre eles.

Próximo eclipse solar anular

No Brasil, o próximo eclipse solar anular é justamente o que vai acontecer no mês de outubro. O último evento deste porte a acontecer no país, remonta de setembro de 2006, no entanto, ele só foi avistado em áreas do extremo norte do Amapá.

O que é um eclipse anular

Segundo o físico Felipe Sérvulo, um eclipse solar anular acontece após um alinhamento do sol, da lua e da Terra e, posteriormente, a lua passa entre o sol e o planeta, assim como acontece em um eclipse solar total.

No entanto, o especialista explica que diferentemente desse outro tipo de fenômeno, o eclipse solar anular não cobre totalmente o sol, isso porque a lua vai estar localizada no ponto mais distante em relação ao planeta. Com isso, a Lua vai cobrir boa parte do disco solar, deixando visível apenas um anel de luz visível, a ‘borda do sol’, por assim dizer.

“A palavra anular (do nome do eclipse) vem daí: annulus é a palavra em latim para se referir a dois círculos concêntricos, ou seja, um anel”, explica.

O eclipse solar anular de 2023 no Brasil vai ser visível apenas em parte do território nacional, isso porque, conforme o físico, os estados do Nordeste e também do Norte estão em localizações mais privilegiadas para ser possível acompanhar o fenômeno. Os estados de Acre, Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo vão ver apenas o eclipse parcialmente.

Os únicos estados que irão poder observar o ‘anel de fogo’ completo do eclipse serão o Amazonas, Pará, a região norte do Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e por fim, a Paraíba, o último estado onde a sombra da Lua irá percorrer.

Felipe Sérvulo ressaltou que devido ao avanço tecnológico da ciência nos últimos anos, é possível saber com certa exatidão através de softwares especializados os melhores locais de vários tipos de eclipses.

“Com o advento da tecnologia, já temos diversos softwares de aplicativos que auxiliam os amantes da astronomia a se programar para eventos como um eclipse e saber a hora exata que ocorrerá a anularidade do Sol. Por exemplo, temos o Stellarium, que simula o céu de qualquer localidade do planeta, e em qualquer tempo. O programa tem versões para computador e smartphone”, disse.

Quando vai ser o eclipse solar anular de 2023

Além de ser possível saber em quais lugares vai ser possível observar o eclipse, a tecnologia também possibilita saber a data exata que o fenômeno vai acontecer. Conforme as análises, o eclipse solar anular de 2023 no Brasil vai acontecer em 14 de outubro de 2023.

Em relação ao horário, como explica o professor de física, isso depende da região do país onde a pessoa vai estar acompanhando o eclipse. Por exemplo, na Paraíba, o eclipse começará a ser observado por volta das 16h43 para as cidades no Sertão. Já para os observadores do litoral, a sombra começará a ser percebida às 15h31, e o “anel de fogo” será visto em sua totalidade às 16h46.

Em outras regiões do Brasil, como no Amazonas, o eclipse se inicia às 13h09 (horário local), e o ‘anel de fogo’ será visto por volta das 14h55.

Onde ver o eclipse anular do sol em 2023

As melhores cidades para observar o eclipse sempre são aquelas que estão no centro da faixa de visibilidade do ‘anel de fogo’, ou seja, as cidades onde será possível ver o anel completo do eclipse anular, como ressalta Felipe Sérvulo.

Na Paraíba, além de João Pessoa, as melhores cidades para visualizar o eclipse são as elencadas a seguir pelo professor de física com base em análises em um software especializado. No levantamento, as cidades foram divididas por região dentro do estado. Veja as listas abaixo.

Sertão

  • Santa Helena
  • Triunfo
  • São João do Rio do Peixe
  • Sousa
  • Pombal
  • Paulista
  • São José de Espinharas

Cariri

  • Taperoá
  • Assunção

Seridó

  • Frei Martinho
  • Santa Luzia
  • São Mamede
  • São José do Sabugi
  • Picuí

Curimataú

  • Cuité
  • Dona Inês
  • Cacimba de Dentro
  • Nova Floresta
  • Araruna
  • Riachão do Bacamarte
  • Tacima

Agreste

  • Logradouro
  • Caiçara

Litoral Norte

  • Mamanguape
  • Jacaraú
  • Rio Tinto
  • Mataraca

g1 PB

Foto: Luisa Rivas/Arte g1