Júnior Araújo agradece a João Azevêdo pela entrega de caminhões e equipamentos agrícolas para municípios das regiões de Cajazeiras, Sousa e Vale do Piancó

"Essa ação certamente renderá muitos frutos na economia do Sertão e Alto Sertão da Paraíba. Queremos agradecer ao governador pelos investimentos no interior do Estado’", disse o deputado.

0
55

O deputado Júnior Araújo agradeceu nessa segunda-feira (07) ao governador João Azevêdo pela entrega, de forma simbólica, de 49 caminhões, sendo 39 refrigerados e 10 de carga seca, além de balanças eletrônica e de piso, freezers horizontais e verticais, computadores, impressoras, estabilizadores, monoblocos e pallets para os municípios paraibanos vinculados ao Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade compra com doação simultânea (PAA/CDS).

 

De acordo com o deputado, os investimentos de R$ 9,9 milhões, fruto de convênio entre o Governo do Estado e o Governo Federal beneficiam municípios de sua base política, nas regiões de Cajazeiras, Sousa e Vale do Piancó.

‘’Essa ação facilita o translado e isso tem uma grande importância na economia das cidades de Coremas, Conceição, São José de Piranhas, São João do Rio do Peixe, Triunfo e Vieirópolis, principalmente na vida dos produtores rurais. Essa ação certamente renderá muitos frutos na economia do Sertão e Alto Sertão da Paraíba. Queremos agradecer ao governador pelos investimentos no interior do Estado’’, disse.

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS

O PAA tem como finalidade promover o acesso à alimentação, assunto que tem voltado a ocupar espaço de prioridade na lista de preocupações das sociedades do mundo todo, inclusive no Brasil, e estimular a agricultura familiar, que representa 90% da economia dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes, que é responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa no país e por mais de 70% dos brasileiros ocupados no campo.

Atualmente na Paraíba, o PAA/CDS opera em 184 municípios distribuídos nas 14 regionais do Estado e possui 1515 agricultores fornecendo alimentos para a proposta em execução. Comparada à proposta anterior, houve um acréscimo orçamentário de 660% e aumento em mais de 300% da área de atuação do programa, demonstrado avanços significativos para a redução da desigualdade social e erradicação da fome e pobreza.

Repórter PB