Minha Casa, Minha Vida tem mais de 40 mil imóveis com obras paradas pelo país

0
163

Maior programa habitacional do país, o “Minha Casa, Minha Vida” possui mais de 40 mil unidades habitacionais com obras paradas, seja por falta de recurso, problemas com a construtora, falta de obra complementar ou mesmo invasões aos imóveis. A situação faz com que moradores de baixa renda sigam pagando aluguel ou vivendo em áreas de risco.

Segundo dados do Ministério das Cidades, a faixa 1, que inclui pessoas com renda familiar de até R$1.800, que têm a construção bancada pelo poder público, tem 279 empreendimentos paralisados pelo país, o que significa 40.990 unidades habitacionais sem conclusão.

O programa “Minha Casa, Minha Vida” foi lançado em março de 2009 e, desde lá, construiu 5,2 milhões de unidades habitacionais. Dessas, o Ministério das Cidades afirma que quase 4 milhões foram entregues e o número de obras paradas era maior e vem caindo.

Um exemplo do problema está em Olinda-PE, onde os residenciais de Peixinhos 1 e 2 estão abandonados, mesmo após 95% da obra concluída. Neste caso, a entrega estava prevista para março de 2016 às 720 famílias contempladas.