Uso de inteligência artificial pode diminuir acidentes, aumentar fluidez no trânsito e resultar em condutores mais preparados para as vias

O Brasil está seguindo a tendência mundial e aposta em alta tecnologia para melhorar a formação de condutores e o tráfego de forma geral.

0
18

São quase 120 milhões de veículos circulando no Brasil, segundo dados da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran). Com mais pessoas dirigindo, aumenta também a responsabilidade de cada um dentro e fora do veículo para manter a segurança no tráfego. Uma aliada importante nesse processo é a Inteligência Artificial (IA) e Analytics sustentada pela conectividade da Internet das Coisas (IoT).

O uso dessas ferramentas está cada vez mais presente no cotidiano das pessoas. No trânsito, inclusive, já são utilizados recursos para melhorar a condução dos veículos, a mobilidade e a segurança viária.

Atualmente, os sistemas de IA já conseguem identificar o modo de dirigir de cada pessoa, porque deixamos uma espécie de “assinatura” digital quando conduzimos um veículo. Com isso, aumentou o número de sistemas e aplicativos que permitem melhorar a fluidez nas vias, monitorar o comportamento dos motoristas, diminuindo o número de acidentes, e, inclusive, auxiliar na própria formação de condutores, que saem mais preparados para o tráfego.

Um exemplo são ferramentas adotadas por órgãos de monitoramento de trânsito e até mesmo policiais que utilizam imagens em tempo real para acompanhar os deslocamentos, analisando cada fragmento de imagem, a velocidade dos veículos e a possibilidade do condutor ter ou não cometido infrações, como avançar no sinal vermelho ou não respeitar a faixa de pedestre.

Inteligência Artificial no trânsito

“Com o uso da IA, é possível aumentar de forma exponencial a fiscalização e diminuir a quantidade de situações acidentais. É possível também analisar a concentração de veículos em uma única via, auxiliando as autoridades na hora de gerenciar o trânsito intenso. Além disso, a Inteligência Artificial auxilia também no processo de formação de condutores. Com o uso da plataforma SuperPrático, por exemplo, faz o processo da emissão de CNH ser mais preparado em relação a inúmeros tipos de fraude, resultando em condutores mais eficientes no trânsito”, aponta Ana Cecília D´andrea, gerente comercial do SuperPrático.

Ana Cecília ressalta a rápida evolução do setor, uma vez que se espera, ainda em 2024, mais novidades para a otimização do trânsito. Para ela, a iniciativa da cidade de Fortaleza, no Ceará, em 2023, é um grande modelo. Fortaleza foi a primeira cidade da América Latina a receber um sistema inovador, que usa inteligência artificial, e que chamou a atenção de todo país: o sistema ilumina a faixa de pedestres quando é identificada a presença humana no local, com o intuito de proporcionar mais segurança no trânsito.

A inteligência artificial consegue identificar vários pedestres, mesmo se estiverem transitando em sentidos opostos na faixa, o que aumenta a visibilidade de quem faz o percurso a pé e chama a atenção do condutor – principalmente em momentos de baixa circulação e menor iluminação, como na madrugada.

SuperPrático

SuperPrático é uma plataforma completa e intuitiva direcionada aos Centros de Formação de Condutores (CFC). A ferramenta conta com o SuperAula, um programa de ensino remoto que pode ser acessado por meio de reconhecimento facial, por alunos e instrutores de qualquer lugar. A tecnologia já foi responsável por mais de 100 mil turmas de aprendizado para a emissão da CNH e está presente em quinze estados brasileiros.

Fonte: Assessoria.