Governador da PB descarta concurso público e aumento de salário em 2017

Declaração aconteceu em entrevista coletiva para fazer balanço de 2016. Ricardo Coutinho informou que deve haver corte de pessoal na máquina.

0
353

Na manhã desta terça-feira (20), o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, declarou que não deve abrir concurso público em 2017 e que não há previsão para aumento de salários dos servidores estaduais. Durante entrevista coletiva, em João Pessoa, Ricardo apresentou um balanço das ações realizadas em 2016 e fez um registro de obras e ações em áreas específicas, como construção de estradas, saúde, educação, infraestrutura e recursos hídricos.

O governador ressaltou que deve diminuir o custo da máquina, fazendo cortes de pessoal. “Concurso público… não vislumbro nenhuma possibilidade. Nós não podemos ter um problema como esse que estamos tendo e ampliar a folha de pessoal”, disse Ricardo.

Além disso, o governador diz que pretende estudar como vai conseguir diminuir o rombo da previdência do Estado que, segundo ele, provoca um déficit anual nas contas da Paraíba de, aproximadamente, R$ 1 bilhão de reais. Ele afirmou ainda que só vai fazer isso depois que o Governo Federal definir os termos da Reforma da Previdência.

Durante a entrevista, Ricardo criticou a política do Governo Federal, que prevê um teto de gastos para os próximos 20 anos. Segundo ele, 10 anos seria uma boa proposta, no entanto, para o poder público, é preciso fomentar a economia com investimentos e não estabilizando os gastos por muito tempo. O governador lembrou ainda que espera que em 2017 o Estado retome a nota que permite a realização dos empréstismos. Segundo ele, a Paraíba não pode ser punida pela queda na receita.