UEPB e UFCG podem entrar em greve ainda este ano

0
386

O presidente em exercício da Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (ADUEPB), professor Leonardo Soares, confirmou que há uma possibilidade de greve geral em todo o país por parte das universidades estaduais e federais.

A UEPB e UFCG, que paralisaram as atividades nesta terça-feira, 16, estão participando do movimento nacional em protesto a algumas medidas tomadas pelo governo federal.

Segundo o professor Leonardo, os cortes de verbas para as universidades, que chegam a 45%, e outras medidas em desfavor da educação, mobilizaram os docentes e sindicatos e pode acarretar a greve ainda este ano.

– Esse movimento é nacional, convocado pelas oito principais centrais sindicais, e nós encapamos, juntamente com a UFCG e demais sindicatos, relativo a uma greve geral em nível de Brasil. Nós protestamos contra vários projetos de lei do governo federal, que visa reduzir verbas para a educação e saúde. As universidades federais tiveram 19% de corte para custeio e 45% de corte para a compra de material permanente, construções, e isso vai causar prejuízos na educação brasileira. Esse é o primeiro chamamento que a classe trabalhadora está fazendo e, em assembleias próximas, deverá haver um indicativo de greve geral no Brasil. Vem acontecendo muitas retiradas dos direitos dos trabalhadores. Faz muitos anos que não acontece uma greve geral no Brasil, mas no momento atual é possível que aconteça a greve ainda este ano – comentou.

Paraibaonline