RC assina ordem para adutora de R$ 220 milhões no Seridó: ‘eu não tenho culpa que Estados quebraram’

0
323
O governador Ricardo Coutinho criticou o ‘veto’ do governo federal ao direito da Paraíba contrair empréstimos para investimento no estado da Paraíba, apesar do estado estar equilibrado.

“Eu não tenho culpa se o governo do Rio de Janeiro quebrou, se outros estados quebraram”, disse durante assinatura ordem de abertura da licitação do Sistema Adutor TransParaíba, que deve beneficiar 19 municípios do Curimataú e Agreste paraibanos com investimentos da ordem de R$ 220 milhões.

“Por isso, o Governo do Estado vai realizar a adutora TransParaiba com recursos estaduais, promovendo cortes, já que também a bancada federal não atendeu pedido para incluir a obra na emendas impositivas, que foram destinadas a João Pessoa e Campina Grande”, declarou.

Ricardo Coutinho afirmou que a obra representa um marco histórico para a região mais seca do estado. “É a transposição da transposição. Estamos pensando grande e vivendo um novo momento na Paraíba, que conta hoje com uma estrutura bem melhor do que a que encontrei, quando assumi o governo em janeiro de 2011”, declarou.

“Com ou sem empréstimo eu faço a TransParaíba”, disse Ricardo Coutinho, afirmando que houve quem dissesse que a transposição era inviável e  “depois que as águas começaram a se aproximar correu danado para poder bater foto lá na água e dizer que era ele que tinha feito a transposição”. Ele disse que esse tipo de político se enganou em 2014 e vi se enganar em 2018.

Ricardo disse que nesta quinta-feira (11), um edital será lançado para possibilitar a compra dos tubos da obra pela Cagepa. Ele garantiu que o processo visa dar agilidade ao início da adutora, que deve ter a ordem de serviço assinada em até 45 dias.

O governador voltou a defender Dilma Rousseff, que foi afastada sem ter cometido nenhum crime de responsabilidade.

Fonte: paraiba.com