ALERTA: 12º caso de malária é registrado na Paraíba

0
52

 

 

 

 

 

Mais um caso de malária foi confirmado na Paraíba. O homem de 35 anos, reside no distrito de Gurigi 2, no município de Conde. Ele costuma ir à praia de Carapibus. Com os sintomas da doença, ele foi internado na segunda (17) e a confirmação saiu nesta terça-feira (18), segundo a Secretaria de Saúde do município.

Este é o 12º caso da doença registrada só neste ano no Estado. Na semana passada, um homem, morador do município de Conde, também foi hospitalizado com malária. Cerca de cinco pacientes estão internados no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), onde recebem o tratamento.

De acordo com Secretaria de Saúde, qualquer sintoma suspeito como, febre, calafrios, mal estar, cansaço, fraqueza, dor lombar e dor de cabeça, a pessoa deve procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima para que seja feito o teste rápido ou o de gota espessa.

Malária – A malária é uma infecção parasitária que afeta os glóbulos vermelhos do sangue. É uma doença evitável, detectável e tratável, que se apresenta mais comumente em regiões pobres. Já tem uma assistência muito ampla no Brasil, com uma página exclusiva dentro do portal dos Médicos Sem Fronteiras (MSF).

A doença causa impactos socioeconômicos, representando uma grande carga para a receita de países. É endêmica e demanda ainda mais esforço dos serviços de saúde locais. A malária é a doença mais frequente nos hospitais e centros de saúde do programa MSF. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), todo ano, cerca de 430 mil pessoas morrem por causa da malária. Entre elas, 70% é de crianças com menos de 5 anos de idade.

Transmissão – A doença é transmitida pela fêmea do mosquito do gênero Anopheles. No Brasil, o principal parasita que causa a malária é o Plasmodium vivax. Ele é menos perigoso do que o Plasmodium falciparum, por exemplo, o mais predominante na África.

Redação PB Debate com Vitrine do Cariri